Esta vacina é feita aos 2, 4, 6 meses, seguido de um reforço entre 15 e 18 meses e um segundo reforço entre 4 e 6 anos de idade. Protege contra difteria, o tétano e a coqueluche.
A difteria é uma doença bacteriana grave que provoca infecção na garganta e pode atingir o coração e o Sistema Nervoso Central.

O tétano é uma doença bacteriana rara, graças à vacinação. Ocasiona quadro grave de contrações musculares que podem levar ao óbito. A coqueluche é altamente contagiosa e responsável por grande mortalidade em lactentes. Causa infecção do trato respiratório e caracteriza-se por acessos de tosse de grande intensidade.

Atualmente já existe a vacina Tríplice ACELULAR, que confere a mesma proteção dada pela vacina tríplice comum (existente nos Postos de Saúde), mas que reduz sensivelmente os seus indesejáveis efeitos colaterais (febre alta e bastante dor no local da aplicação).

Ver vacinas Penta e Hexa.

Consulte nosso calendário vacinal.

< Voltar