COMO PREVENIR AS DOENÇAS MAIS COMUNS NO INVERNO

No inverno,com a queda da temperatura, as doenças respiratórias e pulmonares aparecem com maior freqüência e estas predispõem ao aparecimento de doenças mais graves como a meningite.

Por apresentarem um sistema de defesa mais sensível, as crianças sofrem mais com resfriados, gripes, bronquites e meningites. Por conta disso alguns cuidados devem ser tomados: evitar locais fechados com aglomeração de pessoas; agasalhar mais as crianças e deixar sempre os ambientes ventilados (principalmente nos berçários, creches e escolas); evitar o contato com pessoas doentes; alimentá-las adequadamente para que o seu sistema imunológico consiga funcionar corretamente e, principalmente, fazer as vacinas que possam evitar essas doenças.

A vacina contra gripe pode ser feita a partir dos seis meses de idade e deve ser repetida anualmente uma vez que o vírus da gripe sofre mutação anual.Não existe vacina contra resfriado porém ele causa sintomas bem menos intensos do que a gripe.

A vacina anti-pneumocócica também já pode ser feita a partir de dois meses de idade e vai prevenir contra várias infecções causadas pela bactéria pneumococo como otite, sinusite, pneumonia e até um tipo grave de meningite (pneumocócica).
Entre as meningites a mais temida é a meningite meningocócica porque a sua evolução é bastante rápida e é responsável por seqüelas neurológicas, como problemas auditivos além de elevado risco de morte. A vacina contra meningite meningocócica conjugada do tipo C pode ser feita a partir de dois meses de idade sendo que a doença costuma atingir principalmente crianças abaixo de cinco anos de idade.

PEÇA A ORIENTAÇÃO DO PEDIATRA DE SEU(S) FILHO(S) E INVISTA EM VACINAS POIS A PREVENÇÃO AINDA É O MELHOR REMÉDIO.

CONSULTE O MÉDICO DE SUA CONFIANÇA E VACINE-SE

Farmacêutica Valéria Camargo Xavier - Responsável pela Proteção Vacinas